NOTÍCIAS

UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

Uma das estratégias mais eficientes para conservar a biodiversidade é transformar áreas naturais remanescentes em Unidades de Conservação (CDB, 2012). As Unidades de Conservação (UCs) têm como objetivo principal proteger a biodiversidade, por meio da manutenção dos recursos genéticos, recursos hídricos e edáficos, proteger paisagens naturais, e promover a restauração de ecossistemas degradados (SNUC, 2006).

Estes santuários de biodiversidade são, além de perpetuadores de vida, os territórios que mais tem conseguido garantir, a despeito da fragilidade da fiscalização e do cumprimento da legislação ambiental, a preservação da natureza, ou ao menos minimizar as intervenções antrópicas nos ambientes naturais. Somente nos últimos anos foi comprovado que no bioma Amazônico, o desmatamento é menor em regiões com presença de UCs de proteção integral (MMA, 2013).

Ainda sob uma ótica ampliada, as UCs são patrimônios da humanidade passíveis de usufruto pelas populações e essa interação tem se mostrado cada vez mais benéfica, quando orientada sob a ótica da sustentabilidade. Sejam elas usadas como áreas de recreação, sobrevivência e sustentação de famílias tradicionais, ou palco de pesquisas, as UCs cada vez mais vêm demonstrando benefícios sociais, culturais e econômicos, que devem estar na pauta de instituições públicas e privadas e demais estratégicas globais de preservação da sóciobiodiversidade. As UCs são divididas segundo suas categorias de manejo e que variam de acordo com seu grau de permissividade.

São elas:

GRUPO DE PROTEÇÃO INTEGRAL

GRUPO USO SUSTENTÁVEL

– Estação Ecologica (ESEC);
– Área de Proteção Ambiental (APA);
– Reserva Biológica (REBIO);
– Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE);
– Parque Nacional (PARNA);
– Floresta Nacional (FLONA);
– Monumento Natural (MN);
– Reserva Extrativista (RESEX);
– Refúgio de Vida Silvestre (REVIS).
– Reserva de Fauna (REFAU);

– Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS);

– Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN).
Veja na tabela abaixo, a distribuição das áreas de UCs dentre as categorias: “proteção integral” e “uso sustentável” no Brasil.
UC

O INSTITUTO EKOS BRASIL para auxiliar no processo de ampliação, perpetuação e manejo das áreas naturais protegidas desenvolve os seguintes serviços:
– Pesquisas e Diagnósticos Socioambientais (meios Físico, Biótico, Antrópico, Uso Público, Zoneamento);
– Elaboração e Implantação de Planos de Manejo;
– Estudos para Sustentabilidade Financeira de áreas naturais

– Compensação de Reserva Legal

Fonte: Ekos Brasil